CAMINHADA EM LAGUNA

CAMINHADA EM LAGUNA

Um final de semana gratificante iniciado na tarde de sexta feira com uma visita cultural ao Centro Histórico de Laguna, muito bem ciceroneados pelo guia Rogério Nelson Rodrigues, simpático, prestativo e profundo conhecedor da história local e regional. O rico histórico da cidade, 3ª mais antiga de Santa Catarina, depois de São Francisco e de Florianópolis, e de alguns imóveis do acervo: a arquitetura, a história e a programação do Cine Teatro de Laguna, sob a administração do SESC; a história da Casa do Sapateiro, primeiro esposo de Anita Garibaldi; a imponência da arquitetura, dentre outros, dos prédios do então Banco Nacional do Comércio, primeiro da cidade, e da Sociedade Recreativa e Esportiva Laguna; a Igreja de Santo Antônio do Anjos; a Casa de Anita, em restauração; o chafariz e as palmeiras imperiais da Praça Vidal Ramos (da Matriz); a Fonte da Carioca e sua lenda; a Praça Anita Garibaldi; e muitos detalhes mais da velha Laguna foram apresentados a todos os visitantes.

No sábado, após a oração inicial e a alusão ao outubro rosa, todos com o laço no peito, foi iniciada a agradável caminhada de aproximadamente 22,5 km desde a Praia de Itapirubá até a Praia do Mar Grosso, que possibilitou o conhecimento da beleza ímpar de várias outras praias, vilas e recantos escondidos nesse trecho. A parada aos 10Km, na Praia do Sol, reagrupou a turma para o lanche e abriu a possibilidade de dali utilizar o apoio dos ônibus para o retorno ao hotel em Laguna. A chegada dos caminhantes ocorreu até às 14:00 horas, sem incidentes, cada um no seu ritmo.

No domingo, após cruzar a barra de balsa, seguimos da Igreja de São José até o Farol de Santa Marta e Praia do Cardoso, caminhando pela orla na maior parte dos 18,0 Km do percurso. Na reunião inicial para oração e avisos, marcante foi a iniciativa de um dos guias ao oferecer sacos plásticos para o recolhimento de lixos industriais ao longo das praias, com imediata aceitação de todos. Houve a opção de seguir de ônibus até a Praia da Teresa e de lá juntar-se aos caminhantes. Esse trecho inicial de 3 a 4 km por trilha e costão, apesar de oferecer um pequeno grau de dificuldade, compensou a caminhada por oferecer as mais belas e longínquas vistas do dia. Dentre tantas outras praias percorridas, cabe destacar as do Gravatá, da Galheta e do Farol (Prainha), cada uma com sua beleza peculiar. Chamou a atenção alguns animais mortos nas praias: uma enorme tartaruga marinha; 3 ou 4 focas; e uma infinidade de pinguins. O trecho final, da Praia da Galheta à do Cardoso, também foi por trilha e ofereceu belas vistas, coroadas pela do Farol de Santa Marta e Prainha.

Os jantares de sexta e sábado foram oferecidos no Restaurante Caiçara, local singelo e aconchegante onde muitos se reencontraram, alguns se conheceram e todos puderam conversar e rir à vontade.

Para finalizar com chave de ouro o evento, cabe destacar, agradecer e louvar ao distinto casal anfitrião Anie e Zalmir pela gentileza, desprendimento e fidalguia com que recebeu o grupo de caminhantes, oferecendo a todos um delicioso almoço preparado com todo o carinho e regado de alegria e amizade.

Foi mais uma realização da Diretoria da ACACSC, a quem todos os participantes do evento parabenizam e agradecem.

Out/2018

Texto: José Cláudio Fróes

Fotografia: Autores diversos