Caminhada das Pirâmides “O RETORNO“

Caminhada das Pirâmides “O RETORNO“

Programação de 13 a 16 de janeiro de 2022 Local : Pousada das Pirâmides -Grão Pará SC

 

Foram quatro dias de caminhadas e aventuras por esta natureza e exuberante da região sul de SC .

Neste relato de viagem ,que mais pareceu um sonho , faltam adjetivos para descrever tantos momentos intensos de alegria e paisagens lindas intactas que nos preencheu de forças e energia.

A disposição do grupo já estava presente desde o primeiro momento do encontro no terminal urbano ,onde fomos recepcionados  pelo casal Ana e Rudi Zen com um sorriso e um abraço de boas vindas.

Dia 13 – quinta-feira

Primeiro Dia

Terminal Urbano de Florianópolis 6h00 da manhã encontro dos participantes e partida para Grão Pará.

Dia 4 de janeiro ,Ana e Rudi  criaram um grupo de WhatsApp para esclarecer as dúvidas que foi muito útil nesta hora .

Parada para o café da manhã no Paradouro Engenho- BR 101.

Dia lindo e promissor, todos estavam animados. Depois do café, muita conversa e apresentações dos participantes ,seguimos para o destino .

Por volta das 10 hs  desembarcamos do ônibus para começar a jornada 15 km até a pousada das pirâmides.

Fizemos uma pausa no bar do Zeca ,onde havia muitos bancos e mesas na sombra , era tudo que estávamos precisando naquele momento de sol forte .Descansamos e fizemos um lanche preparados com carinho pelo casal Ana e Rudi.

Lanche feito, goiabada com queijo de sobremesa, despedidas e seguimos a caminhada pela estrada à fora, pelos verdes vales ,passando por muitos eucaliptos e vaquinhas até chegarmos na simpática Pousada das Pirâmides , onde nos esperavam de braços abertos e uma deliciosa recepção com um café colonial.

Depois de um bom banho , descanso na varanda com redes e mesas, jogos de cartas, dominó e muita conversa , passamos o final de tarde neste ambiente calmo e bucólico.

Muitas lindas fotos foram registrando estes os momentos .

O jantar foi servido no salão rústico de madeira, estrutura eucaliptos e paredes de costaneira , aconchegante rural . A comida típica do interior gostosa e feita pela simpática Ro e as meninas da cozinha .

Estávamos todos muito alegres e animados, a conversa solta e jogos de cartas  no salão mas o cansaço foi batendo e caminhantes foram se retirando  para descansar porque no dia seguinte a empreitada ia ser exigente.

Dia 14 – sexta-feira-Segundo dia

Amanhece e os caminhantes no café da manhã já paramentados com suas roupas e botas apropriadas de peregrinos experientes prontos para encarar o desafio.

Lá fora estava ela, a montanha, imponente na paisagem, majestosas pirâmides naturais à espera da nossa visita.

Formamos  um círculo ,como de costume ,com os cajados no centro para o alongamento  e recomendações da nossa guia Nati , seguidos por uma oração ,pedindo aos nossos anjos da guarda a nossa proteção e à montanha a permissão para caminhada e passagem sãos e salvos.

Por volta das 8:30 hs começa a jornada pelos caminhos que levam ao alto .

Admirável o condicionamento e a performance do grupo que acompanhou firme ,sem hesitar ,pela trilha de subida constante com pedras soltas corredeiras com grau de dificuldade bem considerável.

No caminho conselhos da montanha em placas coloridas incentivando os caminhantes a continuar.

As 10:30 hs, depois de 2 horas de subida, pausa para tomar água e comer umas frutas .

Quando o grupo se reuniu, continuamos por mais 15 minutos até chegar no ponto mais alto da trilha ,onde a vista era espetacular e o ar puro.

Descansamos por um tempo conversando, fazendo um lanche e tirando muitas fotos.

Na descida todo cuidado era pouco, com pedras soltas e úmidas, fomos descendo e acrescentando à paisagem nossas roupas coloridas. A experiência  e sabedoria se fez presente pelos caminhos sinuosos até chegar no verde vale e avistar o refúgio onde sabíamos que seríamos acolhidos com um bom banho e um belo café colonial.

Mas sem antes passar pelo rio que corria geladinho próximo à pousada E se refrescar de roupa e tudo pelas águas correntes deliciosas levando o cansaço do dia e o calor.

No jantar uma costela assada pelo churrasqueiro oficial , dono da pousada, fez a alegria da galera . Para os vegetarianos não faltou no cardápio muitas saladas e omeletes.

Noite de carteado muitas risadas das meninas .

O vinho foi oferecido gentilmente pela ACACSC, para comemorar o dia cheio de emoções e aventuras ,coroado com pleno êxito e todos ilesos.

Encerrando a noite num passeio pelo gramado escuro assistindo a mágica “Dança dos Vagalumes “.

O noivado da querida Aurélia com encantado noivo imaginário e seu anel de tampa de champanhe que fez um grande sucesso e rendeu muitas risadas soltas e alegria

Foi uma noite muito divertida.

Dia 15 -Terceiro dia- Sábado

Dia lindo, luz do sol deixando gramado ainda mais verde, saímos pela estrada caminhando para outra localidade ,o sítio da Sanca ,distante 12 km da pousada .

Lá ,uma casa com varanda no alto ,vista para o rio com corredeiras proporcionava um ambiente ideal para curtir um banho de cachoeira ,diversão e muitas fotos legais.

No almoço um churrasco maravilhoso e muitas saladas coloridas.

À tarde uma chuvarada bem forte lavou a região, abrandou o calor e deixou o rio bem diferente, barrento e caudaloso.

Melancia e uvas foram as estrelas da festa.

Voltando para a pousada no ônibus ,todos cansados ,a chuva ajudou no repouso da tarde.

Depois do jantar, com direito à fogueira, mashmallow no palito e caipirinha de uva.

Chegou o cantor e a festa começou.

Baile, muita dança, espumantes presenteados pela Acacsc ,diversão garantida da turma animada.

Brincadeiras de trenzinho ,passa passa ,troca de pares pela vassoura ,renderam muitas risadas e todos trouxemos a nossa criança interior para brincar.

Dia 16-domingo- quarto dia

Dia lindo maravilhoso de sol, a paisagem era uma foto de calendário.

Passeio de caminhonete 4×4 até o alto da colina iniciou a programação de domingo.

A galera animada topa todas as aventuras  .E ali cabia a frase:

-Se segura peão!!

Caminhonete tropicando na estrada de terra e pedras , pessoal rindo muito .

Lá em cima a vista maravilhosa , céu aberto e cadeia de montanhas ao fundo,serviu de cenário para foto de toda a turma, já batendo a saudade.

Descemos por uma trilha no meio da mata e lodo ,brincando que era o habitat do Tarzan ,com direito a cipós e troncos atravessados pelo caminho. O desafio foi motivo de diversão .

Passando pela pousada ,mais um trecho levou até a cachoeira do Funil ,

Onde a natureza mostrou a sua beleza e o banho foi um presente de encerramento da aventura para deixar o desejo de voltar a esse lugar mágico.

Almoço caseiro rural de galinha caipira e muitas saladas fechou com chave de ouro a nossa estada nesse espetacular lugar tão reservado de Santa Catarina.

Viagem de volta, silêncio, muitas lembranças e histórias na mente.

Saudade e a certeza de um reencontro em breve no coração de todos.

 

Maria Isabel Gonçalves Koerner